PÓS-GRADUAÇÕES RETOMADA DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS

compartilhe:

Flexibilizar, com célere crescimento dos casos, é correr riscos não calculados.

Colegas da Odontologia,
Quando a OMS confirmou a pandemia, sabíamos que seriam exigidos grandes esforços coletivos no sentido de preservar a vida, no caso, de todos os envolvidos nas atividades acadêmicas das pós-graduações.
A EAPGOIAS, com capacidade financeira factível para suportar as estratégias de sua manutenção, elaborou seu Plano de Retomada, com prazo alargado, previsto para acontecer até janeiro de 2021, trazendo uma segurança para seu corpo docente e discente, bem como para seus fornecedores e parceiros de longa data.
Primeiro, as atividades foram paralisadas no dia 17 de março e segue aguardando o momento onde os riscos da exposição humana ao vírus SARS-COV-2 estejam minimizados, atendendo as solicitações das autoridades sanitárias para que não haja o colapso dos sistemas de saúde. Isso, considerando o impacto da mortalidade associado à incapacidade das redes hospitalares em responder aos possíveis surtos.
Nesse tempo, foi preciso olhar para os desafios sem paixão e com muitos medos, afinal não contribuiríamos com “escolhas de Sofia”.
E a cada previsão de retomada, mas uma vez, ponderados, recuamos. Uma vez que, os aprendizados diários sobre o vírus e a doença, transformava a maneira de encarar a ambiência e a governança, agilizando os projetos para Qualidade do Ar Interno – AVAC, que puderam seguir em seus criteriosos estudos para implementação.
Confiantes que no recorte das decisões do plano de contingenciamento dos riscos, segundo a confirmação das principais características desse vírus em sua alta transmissibilidade pelos aerossóis e gotículas, a Qualidade do Ar Interno, especialmente das Policlínicas EAPGOIAS, estará à altura das expectativas de cada um com a sua saúde.
Considerando que a odontologia já conta com medidas de precauções universais e de biossegurança, apreendidas numa curva de aprendizado de quase 40 anos, estas deverão ser aplicadas com mais rigor nas rotinas odontológicas, reforçando a confiança de cada paciente.
Olhando para as práticas clínicas e a corresponsabilidade de cada paciente, teremos um novo modus operandi, onde o tempo deixará de ser o vilão, impeditivo da produtividade clínica, e tornar-se-á o compasso do sucesso na medida que valorizará os cuidados humanizados na aplicação das medidas de biossegurança efetivas.
Assim, os conteúdos teóricos-laboratoriais e clínicos que foram as estrelas das pós-graduações, seguirão agora sob o céu desdobrado das medidas de controle de infecção, num fluxo disciplinado de profissionais, onde prevalecerão os cuidados consigo e com o outro.

É hora de flexibilizar sem considerar os riscos? Não.
Riscos, apenas os calculados.

Retomada presencial a partir de 01.09.2020.

Maria Beatriz R. G. de Oliveira, CROGO 1429
Presidente

Rose Queiroz CROGO2124
RT Policlínicas Odonto