25 mar 2023
Fique Sabendo

O que é preciso para ser um Cirurgião-Dentista?

closeup de uma seringa em uma clínica odontológica||||||||||||

Ao optar pela Odontologia como profissão é importante saber que a área é vasta e cheia de oportunidades. Por exemplo, você pode se tornar um cirurgião-dentista.

Quem procura a graduação de odontologia pode se especializar em alguma das diversas áreas que a profissão oferece e uma delas é a cirurgia odontológica.

Assim, entre a saúde e a estética, o profissional que opta por essa especialização estará apto a ir além dos tratamentos profiláticos, podendo explorar a gama de opções que se abrem para quem busca a visão mais integral do paciente e a possibilidade de se aprofundar nas técnicas e tratamentos.

Na odontologia, a profissão de cirurgião-dentista é reconhecida como fundamental para a prática odontológica, visto que o esse profissional é responsável por realizar procedimentos importantes para a saúde bucal.

A manutenção da saúde do sistema estomatognático, composto por ossos da face, maxilar, boca e estruturas associadas está sob a responsabilidade do cirurgião-dentista.

Você quer se informar mais sobre essa área de atuação que, além de muito importante para a saúde da população, é muito promissora? Então, continue a leitura desse artigo completo que preparamos para você entender tudo sobre o assunto.

dentista do ponto de vista do paciente
A demanda por serviços odontológicos oferece estabilidade no mercado de trabalho para o cirurgião-dentista.

O que é um cirurgião-dentista?

O cirurgião-dentista é o profissional graduado em Odontologia que, ao optar por uma especialização, se aprofunda em uma especialidade odontológica à qual estão relacionadas  pequenas intervenções cirúrgicas.

Sua atuação é vasta, podendo perpassar tanto a área da saúde quanto da estética e, por isso, a profissão exige muito estudo e dedicação.

Desse modo, o dentista clínico geral é responsável pelo atendimento primário e, diante da necessidade, encaminha o caso para o cirurgião-dentista.

Enquanto isso, com o diagnóstico em mãos, esse especialista poderá intervir para solucionar o problema, sendo necessário, muitas vezes, realizar alguma intervenção cirúrgica.

Quem opta por se especializar em cirurgia odontológica, portanto, precisa se aprofundar nas técnicas de tratamento e reabilitação, podendo também coordenar campanhas de prevenção ou, como em muitos casos, se dedicar às pesquisas de extensão para questões de saúde pública.

Leia mais: Como conciliar a pós-graduação com a rotina profissional

dentista feminina sorrindo e posando na clinica odontológica
O cirurgião-dentista também pode tratar lesões orais e faciais, como fraturas ósseas.

Qual a diferença entre o dentista e o cirurgião-dentista?

O dentista e o cirurgião-dentista são profissionais formados em odontologia. A diferença existe nos serviços que podem ser oferecidos por cada um.

A atuação do dentista, que é clínico geral, é que, como o nome se refere, sua atuação é generalista e mais imediata.

Alguns procedimentos que ele realiza são aplicação de flúor, remoção de tártaro, tratamento de cáries, cuidados com as gengivas e limpezas dos dentes.

Portanto, a diferença entre esse profissional e o cirurgião-dentista é a especialização  em áreas que permitem realizar procedimentos que envolvem intervenções cirúrgicas.

Alguns exemplos são extração de dentes, cirurgias estéticas, procedimentos emergenciais na boca, implantes de próteses e tratamento de cânceres de boca.

Dessa forma, enquanto um se concentra em procedimentos mais gerais e não invasivos, o cirurgião-dentista está habilitado para procedimentos mais complexos que envolvem intervenções cirúrgicas.

A especialidade em cirurgia oral pode proporcionar desafios intelectuais e profissionais gratificantes.

Quais as etapas para se tornar um cirurgião-dentista?

O caminho para se tornar um cirurgião-dentista inicia na graduação em odontologia, que dura entre 4 e 5 anos. É necessário um curso presencial para que o aluno possa vivenciar os aspectos práticos da profissão.

Ao final da graduação, o dentista formado precisa se registrar no conselho da área, o Conselho Regional de Odontologia. Já nesse momento, o profissional está apto para atuar como clínico geral e realizar as atividades de limpeza, restauração, diagnóstico e prevenção.

A partir desse ponto, o dentista formado pode escolher fazer uma ou mais especializações  para atuar em áreas mais específicas, como a cirurgia odontológica.

Na realidade, a formação em odontologia dá ao profissional o título de cirurgião-dentista, no entanto, as especializações abrem um leque de possibilidades de atuação.

Isso é especialmente interessante para o profissional que deseja se destacar, haja vista que, segundo o Conselho Federal de Odontologia, há mais  de 200 mil profissionais em atividade no Brasil.

instrumentos de cirurgia de dentista
O cirurgião-dentista deve estar atualizado sobre as últimas técnicas e tecnologias em cirurgia oral.

Onde o cirurgião-dentista pode atuar?

Como falamos ao longo do texto, o mercado para o cirurgião-dentista é muito amplo. Na prática da profissão, diversas áreas podem ser escolhidas, vamos trazer alguns exemplos.

Ortodontia

É a área que envolve o tratamento com os aparelhos ortodonticos (móveis ou fixos). Nessa especialidade, o cirurgião-dentista têm muitas possibilidades de atuação e ganhos financeiros.

O especialista em ortodontia é responsável por propor tratamentos que possam prevenir ou corrigir problemas com o posicionamento dos dentes.

É uma área em constante desenvolvimento tecnológico, o que demanda estudo e aprimoramento.

O cirurgião em ortodontia é um especialista que pode ajudar a corrigir problemas de mordida e alinhar os dentes para um sorriso mais saudável e bonito.

Odontopediatria

Nessa especialidade, o profissional atua com o público infantil e infanto-juvenil, podendo atender até mesmo os bebês, identificando e tratando problemas orais.

Esse profissional traz a particularidade de precisar ter uma atuação lúdica e ensinar os hábitos saudáveis de higienização e cuidados bucais.

Dentística Restauradora

Especialidade voltada para o tratamento dos dentes, incluindo questões relacionadas à aparência. O profissional que se especializa nessa área trata as cáries, problemas na estrutura, textura, coloração e outros aspectos dos dentes.

Tornar-se cirurgião-dentista pode ser uma escolha de carreira emocionante e recompensadora para aqueles que desejam ajudar as pessoas e ter um impacto positivo na sociedade.

Endodontia

O profissional especializado em endodontia trata as raízes dos dentes e nervos adjacentes.

Aqui estamos falando das cirurgias de canal e da reparação de fraturas e traumas dentários nas polpas dos dentes.

É importante ressaltar que essa é uma área delicada, pois lida com pacientes com dores severas e, ainda mais importante, com tecidos que podem sofrer infecções bacterianas facilmente, colocando em risco a vida do paciente.

Periodontia

O cuidado com as gengivas faz parte da especialidade do cirurgião-dentista que opta pela periodontia.

Nessa especialidade, é possível diagnosticar e tratar problemas relacionados à gengiva, placa bacteriana e periodontite.

Está relacionada à manutenção dos tecidos de sustentação dos dentes.

O cirurgião em periodontia pode tratar doenças periodontais, como a gengivite e periodontite, para garantir uma saúde bucal adequada e prevenir a perda de dentes.

Cirurgia Bucomaxilofacial

Um pouco mais complexa, essa especialidade é requisitada principalmente em ambientes hospitalares, onde o dentista atua realizando operações na região do pescoço, face ou maxilar.

Além desses campos de atuação, é importante lembrar o exponencial crescimento da área de estética, um campo que se abriu para os cirurgiões-dentistas, oferecendo grandes possibilidades.

Qual a média salarial do cirurgião dentista?

A remuneração de um cirurgião-dentista depende do local onde ele atua e quantidade de pacientes.

Basicamente, poderíamos dizer que varia entre R$4.000,00 e R$6.000,00 mensais, o que vai depender da carga horária e do porte da clínica.

No entanto, os ganhos podem ser muito maiores, caso o profissional opte por trabalhar em dois consultórios, por exemplo, ou se o profissional opta por ser autônomo ou montar a própria clínica.

Há a opção de fazer concurso público, cujos vencimentos podem variar entre R$3.000,00 e R$10.000,00.

Onde fazer pós graduação em odontologia?

Antes de fazer a indicação, ressaltamos que é importante que a instituição de ensino escolhida ofereça uma experiência completa, com aulas práticas e laboratórios equipados.

Além disso, é fundamental escolher uma com profissionais docentes idôneos e reconhecida na cidade com uma grade de curso que atenda às demandas do mercado e possibilite ao profissional prestar um atendimento de qualidade na área escolhida..

Na EAP Goiás, temos cursos de excelência que preparam o profissional de forma integral e com o respaldo de uma equipe docente experiente e qualificada.

Nossa missão é promover o desenvolvimento da pessoa, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão, incentivando o aprendizado contínuo e a atuação comprometida com a interface multidisciplinar em ações humanizadas de saúde, contribuindo com a transformação da sociedade.

Estudante de Pós-Graduação da EAP Goiás possui contato de prática constante.

Oportunidades de carreira em áreas especializadas

Por fim, o campo de trabalho em cirurgia odontológica está crescendo, a cada dia. Os postos de trabalho normalmente oferecem bons salários e progressão de carreira.

Além das diversas especialidades que podem ser escolhidas pelo profissional – algumas que explicamos aqui – o cirurgião-dentista pode atuar em unidades particulares ou públicas e com a docência em universidades, além de pesquisas de extensão.

Assim, a área de estética não para de crescer e pode ser um bom caminho para quem deseja trabalhar com procedimentos e tratamentos que visam a beleza e correção de aspectos físicos.

Além disso, uma área que demanda profissionais de cirurgia odontológica é a indústria.

Nesse caso, são contratados profissionais para desenvolver e divulgar produtos odontológicos, sendo uma área atraente pelas possibilidades de ganhos e plano de carreira.

Portanto, como vimos, para se diferenciar e atuar de forma profissional e especializada em cirurgia odontológica é fundamental se atualizar e buscar conhecimento.

Investir em uma especialização após o diploma é um passo essencial para continuar crescendo profissionalmente.

A formação em cirurgia dentária oferece um vasto conhecimento que pode alavancar sua carreira.

Enfim, esse artigo te ajudou a esclarecer as dúvidas sobre o que faz e como se tornar um cirurgião-dentista? Aproveite e compartilhe!

*O texto acima foi preparado a partir de muita pesquisa para ajudar nas suas dúvidas. Porém, não foi escrito por um dentista, assim a EAP não se responsabiliza pelas informações pois não possuem caráter científico.

Receba novidades
por e-mail

plugins premium WordPress

Solicite contato

Deixe seu nome e telefone no formulário abaixo, em breve receberá uma ligação de nossa equipe.